Suspeito foi preso em casa. e indiciado por estupro de vulnerável. Foto: PC-AM/Divulgação

Suspeito foi preso em casa. e indiciado por estupro de vulnerável. Foto: PC-AM/Divulgação

Um pastor de 37 anos foi preso na cidade de Careiro Castanho, no Amazonas, suspeito de estuprar a própria filha, de 12. Segundo a Polícia Civil, a vítima era obrigada a manter relações sexuais diariamente com o pai. Os abusos aconteciam quando madrasta saía de casa, A adolescente teria denunciado o pai após assistir a uma palestra sobre drogas e abuso sexual na escola.

Durante o debate, a vítima teria tido uma crise de choro e revelado aos professores que era abusada pelo pai. O Conselho Tutelar foi acionado e comunicou o caso à polícia. A adolescente fez um exame de conjunção carnal, que confirmou os estupros sofridos.

O pastor foi preso em casa na última sexta-feira (20). O suspeito, que não teve a identidade revelada, foi indiciado por estupro de vulnerável e está preso no departamento de polícia de Careiro Castanho.

Fonte: OP9

Artigos relacionados
Carregar mais por redação
Carregar mais em Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Presidente confirma mais duas parcelas do auxílio emergencial

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (4) que foi acertado o pagamento de…