Desde 2016, um menino chamado Dominic coleciona pijamas e livros para doar a crianças resgatadas de situações de violência doméstica que passarão o Natal em abrigos.

Ao lado dos pais, Dominic, que mora em Londres, começou sua campanha quando tinha apenas 7 anos de idade após perceber “que nem todo mundo se diverte no Natal”.

Três anos depois, o garoto já doou centenas de pijamas e livros arrecadados. Seu objetivo, conta, é “trazer conforto e boas histórias de dormir para as crianças na véspera de Natal”.

menino doação pijamas livros crianças vítimas violência domésticaFoto: Danielle Owen/Arquivo pessoal

Neste ano, ele está doando ainda mais pijamas e livros do que nunca! 😍

Leia tambémMeninos de Luz: como a educação transformou a vida de crianças e jovens de favelas do Rio

“Ele nunca para de fazer campanha e de tentar melhorar a vida dos outros. Se ele não está colecionando pijamas, ele está sendo um ativista nato, projetando suas próprias camisetas e espalhando notícias de conscientização sobre a poluição plástica nos oceanos. O pouco que recebe de mesada Dominic doa para instituições de filantropia dedicadas à causa ambiental. Ele é um garoto de ouro”, diz sua mãe.

menino doação pijamas livros crianças vítimas violência domésticaFoto: Danielle Owen/Arquivo pessoal

“Tudo que ele deseja é mostrar às outras crianças que elas têm voz e que também podem defender aquilo que acreditam”, concluiu a mamãe coruja.

Leia também: Crianças reverenciam zelador em seu último dia na escola: ‘o rei está aqui!’

Para saber mais sobre a iniciativa de Dominic, não deixe de conferir o site dele clicando aqui.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Fonte: GNN

Artigos relacionados
Carregar mais por redação
Carregar mais em Comportamento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Garoto recebe ajuda de gamer profissional e sugere vender latinhas para retribuir

Essa semana muita gente se emocionou com a história do garoto Guilherme, um menino humilde…