PUBLICIDADE

Uma mulher, de 53 anos, é a principal suspeita de matar o marido, de 45 anos, após ambos saírem de um motel. O corpo do homem foi encontrado no mês de outubro, mas ele estava desaparecido desde o dia 28 de abril de 2019. Após realizar uma investigação, a polícia prendeu a suspeita em Goiânia-GO.

O desaparecimento do homem só foi registrado na corporação cinco dias depois e foi feito pela filha da vítima. A atitude da mulher, de não fazer qualquer tipo de denúncia, provocou a suspeita das autoridades.

A mulher afirmou, inicialmente, que o marido tinha saído para visitar a filha e não o viu mais. Porém, câmeras de segurança não confirmaram a versão.

O corpo da vítima foi encontrado na área rural de Indiara, a 100 km de distância de Goiânia. A suspeita contou à polícia que os pertences encontrados no cadáver não eram do marido. No entanto, testemunhas próximas reconheceram um cinto com fivela de cowboy que a vítima usava, além de outros objetos.

Segundo a polícia, após o desaparecimento do homem, a suspeita mudou de residência, vendeu o veículo que possuía e alguns móveis da residência onde morava. A mulher também não compareceu no velório do companheiro.

A principal suspeita da polícia é que a mulher tenha cometido o crime por ciúmes e por ter descoberto uma traição. O relacionamento do casal era conturbado, com vários registros de violência.

As investigações apontaram marcas de sangue humano na casa onde os dois moravam e também no porta-malas do carro. Segundo a polícia, após ser presa, no dia 1º de abril, a mulher confessou o crime.


Leia também

Fonte: Grupo JBR

Artigos relacionados
Carregar mais por redação
Carregar mais em Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Guarulhos passa de 3 mil casos confirmados de Covid-19; mortes são 293

Nesta segunda-feira (1º) Guarulhos contabiliza 3.056 casos confirmados de Covid-19, além d…