Na reunião ministerial divulgada nesta sexta-feira (22), após autorização do ministro Celso de Mello, do STF (Supremo Tribunal Federal), o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, disse que o governo poderia aproveitar para aprovar reformas “infralegais de desregulamentação”, em meio a cobertura da imprensa da pandemia do novo coronavírus. Para Salles, essa seria a oportunidade ideal para “passar a boiada” e simplificar normas “de baciada”.

“Nós temos a possibilidade nesse momento que a atenção da imprensa está voltada quase que exclusivamente para a Covid. A oportunidade que nós temos, que a imprensa está nos dando um pouco de alívio nos outros temas, é passar as reformas infralegais de desregulamentação, simplificação.” disse o ministro.

Salles reforçou que o momento seria oportuno para mudar as regras.

“Então, para isso, precisa ter um esforço nosso aqui enquanto estamos nesse momento de tranquilidade no aspecto de cobertura de imprensa, porque só fala de Covid e ir passando a boiada e mudando todo o regramento e simplificando normas. De Iphan, de Ministério da Agricultura, de Ministério de Meio Ambiente, de ministério disso, de ministério daquilo. Agora é hora de unir esforços pra dar de baciada a simplificação.”, enumera Salles.

Após a repercussão, o ministro do Meio Ambiente se posicionou em sua conta oficial no Twitter. “Sempre defendi desburocratizar e simplificar normas, em todas as áreas, com bom senso e tudo dentro da lei”, escreveu na legenda.

Com as polêmicas declarações do ministro, internautas protestaram nas redes sociais.

Artigos relacionados
Carregar mais por redação
Carregar mais em Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Lisbeth Salander, de ‘Millennium’, será foco de série produzida pela Amazon

ReproduçãoSaga literária foi adaptada para os cinemas americanas em dois filmes A Amazon S…