A Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic) identificou e localizou em Maceió-AL um homem suspeito de compartilhar pornografia infantil. Segundo o deic, o instrutor de academia, de 30 anos, estaria enviando imagens com crianças de três a cinco anos sendo estupradas por adultos. Ele foi detido e ouvido pela polícia na quinta-feira (20).

Segundo o delegado responsável pelo caso, a investigação começou a partir de uma denúncia. Conforme o oficial, o suspeito entrou em contato com uma internauta e iniciou um diálogo no privado. O homem havia percebido, através de uma foto, que a internauta tinha uma filha, de oito anos. De acordo com a testemunha, o homem a enviou diversas imagens de crianças sendo estupradas por adultos. Após isso, a internauta procurou a polícia local, que por sua vez acionou o deic.

Após a denúncia, policiais civis iniciaram as investigações para identificar o suspeito, que foi encontrado em um bairro local.

Na delegacia, o suspeito alegou passar por problemas psiquiátricos e confirmou ser o proprietário do telefone utilizado e o responsável pelo envio das imagens. Ele negou que fosse o autor dos estupros mostrados nas imagens e declarou que pegou o material na internet.

O instrutor de academia foi ouvido e liberado. O delegado explicou que ele não ficou preso porque não houve flagrante. Segundo o agente, o material não estava no celular e nem no computador do suspeito. Foi possível identificar que ele enviou as imagens, mas sem comprovar a possa não há flagrante.

A polícia informou que o suspeito responderá pelo crime de envio de material de sexo explícito envolvendo crianças ou adolescentes, cuja pena prevista é de três a seis anos de reclusão.

Fonte: Grupo JBR

Artigos relacionados
Carregar mais por redação
Carregar mais em Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Presidente confirma mais duas parcelas do auxílio emergencial

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (4) que foi acertado o pagamento de…