Um crime terrível cometido há 26 anos, no dia 19 de março de 1994, só foi solucionado agora, com a prisão do principal suspeito. Antônio Aires da Luz, hoje com 77 anos, foi preso nesta quarta-feira (29) pelo assassinato do sobrinho, José Ribamar Félix Aires.

A história é triste. Tio e o sobrinho voltavam juntos, à cavalo, de um dia inteiro em uma “reza” quando Antônio atirou na cabeça do garoto. O crime aconteceu próximo a uma fazenda, na cidade de Filadélfia, no estado do Tocantins.

Recentemente, a Polícia de Tocantins descobriu que o assassino estava morando no Mato Grosso. Os oficiais da cidade foram contactados e o mandado de prisão contra ele foi cumprido 26 anos depois do crime. Antônio foi encontrado e preso em Vila Rica, que fica a 1260 km de Cuiabá, capital do estado.

“[…] Nos autos vislumbra-se, ser [o denunciado] pessoa violenta e o crime ser daqueles que causam repugnância e desconforto no meio social, ameaçando inclusive o prestígio da própria justiça, além de estar se furtando de responder aos seus atos”, diz um trecho do processo de condenação de Antônio Aires da Luz.

Agora, o assassino deverá ser reenviado ao estado do Tocantins.

Veja também:
Enfermeiro mata namorada médica por causa do coronavírus: ‘me passou’

Fonte: Feed Club

Artigos relacionados
Carregar mais por redação
Carregar mais em Bizarro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Internada em hospital, grávida tem “encontro” com marido pela janela

No dia 23 de março, Shona Moeller, uma moradora de Chicago, nos EUA, teve a sua bolsa amni…