Quer receber as principais notícias do Portal de Notícias Online pelo Facebook Messenger? Inscreva-se agora.

Graças ao filme ‘A Primeira Tentação de Cristo’, divulgado na Netflix, a sede da produtora Porta dos Fundos, responsável pela produção, sofreu um atentado terrorista na madrugada da última terça-feira (24), na cidade do Rio de Janeiro. O longa retrata Jesus Cristo como homossexual.

O prédio onde o Porta dos Fundos trabalha na capital carioca foi atacado com dois coquetéis molotov e a Polícia Civil analisa os vídeos das câmeras de segurança do local na tentativa de prender os responsáveis.

A TV Globo conseguiu acesso às imagens e publicou na internet.

Confira:

Os policiais informaram, em entrevista coletiva, que conseguiu identificar as placas do carro e da moto que foram utilizados durante o ataque. O caso está sendo tratado como tentativa de homicídio.

“Verificamos que houve perigo grave, concreto, contra o segurança que estava no local. Isso caracteriza tentativa de homicídio por parte desses autores […] Entendemos que esse fato é grave, que merece ser solucionado para identificar esses autores desse delito”, disse o subsecretário operacional, Fábio Barucke.

O governador do estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, também se pronunciou sobre o atentado nesta quinta-feira (26). “Sou absolutamente contrário a toda forma de intolerância e violência. Nós queremos em no prazo mais rápido possível encontrar quem são os autores dessa espécie de atentado e dar, imediatamente, a sociedade as respostas necessárias”, disse.

A produção especial de Natal que está dando o que falar é uma comédia que tem um Jesus Cristo homossexual como protagonista e chegou a ser o centro de acaloradas discussões na web. Uma associação religiosa também procurou a Justiça exigindo a remoção do vídeo da Netflix, mas o pedido foi negado.

Autoria do atentado

Na internet, integrantes de um suposto grupo integralista estão assumindo a autoria do atentado. Em vídeo que já está circulando pelas redes sociais, três homens se identificam como “Do Comando de Insurgência Popular Nacionalista, da Família Integralista Brasileira”. Eles surgem com os rostos cobertos com balaclava, roupa verde e o símbolo do Integralismo no braço esquerdo.

Originalmente, o Integralismo foi fundado em meados de 1930 pelo jornalista Plínio Salgado. Os ideais são baseados no fascismo, da Itália, e no nazismo, da Alemanha.

No cenário, também há uma bandeira da época do Brasil imperial. “Temos o prazer de declarar que as inquietações advindas do espírito popular hoje foram parcialmente satisfeitas. O Porta dos Fundos resolveu fazer um ataque contra a fé do povo brasileiro se escondendo atrás do véu da liberdade de expressão”, diz um dos membros, com voz retorcida para não ser identificado.

Vídeos de um edifício sendo atacado com coquetéis molotov são exibidos simultaneamente. O jornal ‘O Estado de S. Paulo’ confirmou que trata-se do ataque real e a Polícia Civil está investigando as imagens.

“O Brasil foi fundado sob a cruz de Cristo e é Cristo a única solução para os problemas do Brasil”, continua a fala, ao destacar que o grupo de humor é um “agente burguês culpado do crime de lesa pátria”.

Assista:

Veja também:
Homem assalta banco e distribui dinheiro na rua gritando ‘Feliz Natal’

Fonte: Feed Club

Artigos relacionados
Carregar mais por redação
Carregar mais em Bizarro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Ecolab divulga oportunidade(s) para Engenheiro de Vendas – Curitiba – 2025685

A Ecolab está em busca de Engenheiro de Vendas (cargo interno: Gerente de Território em Tr…