PUBLICIDADE

Nesta quinta-feira (13), sete policiais civis foram presos suspeitos de corrupção. Segundo a polícia, foram presos o superintendente da Subdivisão Policial em Londrina, o chefe de investigação de furtos e roubos na Subdivisão Policial da cidade e mais cinco investigadores. 

Todas as prisões são temporárias, de acordo com a polícia. Os suspeitos, que têm entre 35 e 49 anos, serão encaminhados para o setor de custódia da Polícia Civil em Curitiba. 

Também foram cumpridos dez mandados de busca e apreensão. Cerca de 45 policiais civis participaram da ação. 

A suspeita, de acordo com a Polícia Civil, é que os investigadores desviaram carga apreendida para proveito próprio, ao desempenhar o trabalho.

Os policiais eram investigados desde dezembro de 2019, após a apreensão de mercadorias contrabandeadas do Paraguai em um apartamento em Londrina.

De acordo com o Corregedor-Geral da Polícia Civil do Paraná Marcelo Lemos, os investigadores não entregaram todos produtos apreendidos à delegacia da Receita Federal.

A diferença do que foi apreendido com o que foi entregue ao órgão federal foi descoberto após uma denúncia feita pela pessoa que havia adquirido a mercadoria contrabandeada e foi alvo da ação dos policiais.

Durante o cumprimento dos mandados de busca, a Polícia Civil encontrou perfumes e celulares que tinham sido apreendidos em dezembro. Também foi apreendida uma arma sem registro.

A Polícia Civil informou que os suspeitos vão responder pelos crimes de peculato e associação criminosa. Eles também podem ser punidos na esfera administrativa, com demissão.


Leia também

Fonte: Grupo JBR

Artigos relacionados
Carregar mais por redação
Carregar mais em Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Lactalis do Brasil divulga oportunidade(s) para Promotor de Vendas – v2058396

Atividades: Cumprir o roteiro preestabelecido. Cuidar do abastecimento da loja precificaçã…