mangueira carnaval jesus

Em mais um desfile de Carnaval com muita crítica social, a Mangueira fez uma releitura da história de Jesus, representando-o como um jovem negro e uma mulher negra. A agremiação fez um manifesto na Sapucaí, no domingo (23), pedindo o fim a violência contra as minorias.

A escola de samba contou a história universal por outros olhares e mostrou faces diferentes da história de Jesus. Como jovem negro, ele apareceu crucificado com balas alojadas no corpo e, na cruz, no lugar de “INRI”, estava escrito “negro”.

Em uma crítica à violência policial, a comissão de frente fez uma performance impactante. Jesus, desta vez branco, estava entre amigos que representavam minorias. Todos dançavam, até que a polícia apareceu e enquadrou o grupo, menos o protagonista, denunciando o racismo das autoridades.

Representando Cristo como uma mulher negra, Evelyn Bastos usou uma coroa de espinhos e interpretou o sofrimento contado na história. Em entrevista depois do desfile, a rainha de bateria da Mangueira questionou: “Se fôssemos ensinados desde pequenos que Jesus poderia ser de qualquer gênero, uma mulher, será que estaríamos no topo do feminicídio?”

O desfile dividiu opiniões na internet e a Mangueira foi um dos assuntos mais comentados no Twitter na noite de domingo. Na maioria dos comentários, a Mangueira foi exaltada pelo posicionamento e as críticas foram bem recebidas.

Ainda assim, alguns se sentiram ofendidos pelo desfile e se posicionaram contra a escola de samba no Twitter. “O carnaval lacrador da estação primeira de mangueira, onde não basta homenagear bandido. Tem que colocá-lo no lugar de Jesus Cristo”, escreveu Daniel Silveira, deputado federal pelo Rio de Janeiro.

Artigos relacionados
Carregar mais por redação
Carregar mais em Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Disys do Brasil divulga oportunidade(s) para Consultor SAP FI Tax – v2058418

Responsabilidades da função de trabalhoSuporte a aplicativos SAP Tax para diferentes divis…