Quer receber as principais notícias do Portal de Notícias Online pelo Facebook Messenger? Inscreva-se agora.

“Nós já estávamos acompanhando ele, porque já tinha a confirmação de que era o autor. Representei ao Poder Judiciário pela prisão dele e assim que saiu o mandado, fomos lá cumprir. Ele confessou o crime, disse que estava tendo problema durante o relacionamento, acreditava que estava sendo traído pela mulher e alega que no momento do crime teve um surto, pegou a faca e matou ela, mas não recorda como foi”, afirmou o delegado.

No dia do crime, o Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) informou que Silva invadiu o apartamento da vítima e desferido os golpes contra ela. Em seguida, equipes da Polícia Militar e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência foram acionadas, mas a mulher já estava sem vida.

Enquanto a polícia fazia a perícia, o suspeito chegou a ligar para a irmã da vítima para saber como Maria estava. Na ligação, ele justificou o crime para a cunhada dizendo que agiu porque estaria sendo traído pela mulher.

O delegado informou que a faca usada no crime também foi apreendida pela polícia na quinta (7) após o suspeito informar a localização. Segundo ele, Silva deve ser encaminhado ao Presídio Francisco D’Oliveira Conde nesta sexta-feira (8), após passar por audiência de custódia.

Fonte: Grupo JBR

Artigos relacionados
Carregar mais por redação
Carregar mais em Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Menina autista que sofria bullying tem QI superior ao de Einstein

Publicidade  Da redaçã[email protected] A família de uma menina de oito anos, que sof…